Por: Bárbara Gengo

Sua empresa está sendo denunciada por spam e você ainda não está entendendo por quê? A reposta pode estar nos procedimentos que você utiliza para inserir e gerenciar os contatos de suas listas. Se as denúncias estão se tornando constantes está na hora de dar uma atenção especial a este assunto. De um modo geral, o procedimento para que um usuário consiga denunciar um email como spam é bem simples. Basta que o usuário encaminhe a mensagem, com os cabeçalhos completos para os endereços de reclamações destinados pelo próprio remetente, ou para os organismos responsáveis por garantir as boas práticas de envio de mensagens em massa.

Quanto maior for o número de reclamações registradas contra seus domínios, mais prejudicada será a entrega de suas mensagens na caixa de entrada, mesmo para aqueles usuários que solicitaram o recebimento das mesmas

Para evitar que suas mensagens legítimas sejam classificadas como Spam, preparamos algumas dicas importantes que vão ajudar você a melhorar a reputação de sua empresa e consequentemente, a entrega de seus emails.

1. Tenha cuidado ao escolher a origem da lista de emails:

Você deve prestar atenção e avaliar se o método que está usando para inserir usuários em suas listas está de acordo com as boas práticas do email marketing. O primeiro passo é nunca comprar listas! Para sua segurança e sucesso de suas campanhas, monte sua própria base, mesmo que isso demore um pouco, é a melhor maneira de garantir o sucesso de suas ações. De nada adianta enviar mensagens para pessoas que não tem interesse em seus conteúdos.

2. Segmente sua base:

Após inserir em suas listas de emails somente as pessoas que se cadastraram em seu site, o segundo passo é organizar estes usuários em grupos menores, de acordo com os interesses específicos de cada um. É importante conhecer sua base para oferecer em sua mensagem aquilo que provavelmente despertará mais interesse em quem receber, ou seja, aquilo que fará com que o destinatário abra e clique nos conteúdos de seu email marketing. Essa segmentação pode ser feita de várias maneiras: de acordo com faixa etária, sexo, geolocalização, mas estes já são conceitos básicos. Atualmente, o mais recomendado é que você consiga identificar os interesses desses usuários a partir dos cliques que os mesmos deram em suas campanhas passadas e com o caminho de navegação que percorreram em seu site para oferecer conteúdos relacionados com essas buscas.

3. Seja sincero:

Deixar claro para os usuários quando e como eles irão receber suas mensagens é uma atitude que demonstra a credibilidade de sua empresa e o respeito com que você trata seus clientes. Por exemplo, se você costuma enviar emails uma vez por semana, deixe isso claro para os usuários na hora que eles assinarem sua newsletter. Outra postura muito importante é sempre oferecer ao usuário a opção do descadastro, tanto na área de cadastro do site, quanto nos emails que ele recebe. Todas as mensagens devem possuir um link de opt-out eficiente, onde ao clicar, o não recebe mais suas campanhas.

4. Utilize o Double Opt-in:

Às vezes, alguns usuários podem usar endereços de emails falsos ao se inscreverem em seu site. O problema é que esses endereços falsos podem ser de pessoas reais que ao receberem suas mensagens irão vê-las como Spam, já que de fato, elas não solicitaram o recebimento de suas campanhas. Para se proteger contra essas ações, a melhor maneira de inserir contatos em suas listas é o Double Optin. Este é um método de registro que exige que o usuário confirme o registro através de um link enviado diretamente para o endereço de email que está sendo cadastrado.

5. Identifique-se:

Ao receber uma mensagem, o usuário não pode ficar em dúvida de quem é o remetente. Você precisa se identificar e deixar claro o motivo de estarem recebendo seus emails. Informe como você obteve seu endereço. Por exemplo, “Este email é enviado a partir da www.allin.com.br. Você está recebendo essa mensagem porque autorizou quando se registrou em nosso website.”

Seguindo essas dicas, certamente você terá uma redução do número de denúncias contra seus domínios e, consequentemente, um aumento da credibilidade de sua empresa no ambiente digital.

Fonte: E-commerce Brasil

Internet Innovation

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *