Acabamos de iniciar o mês de outubro, mas o foco do e-commerce nacional se volta ao final do ano, mais precisamente a última sexta-feira de novembro, dia 27, quando ocorre a Black Friday.

O evento representa uma parcela significativa do lucro de muitos varejistas, pois é maior data do comércio eletrônico nacional. Ela acontece desde os anos 60 nos Estados Unidos, sempre na sexta-feira após o feriado de Ação de Graças americano, um dos mais tradicionais do país. No início ele era feito apenas em lojas físicas e hoje engloba também o e-commerce. No Brasil, essa será a 5ª edição. 

Em 2014, durante a Black Friday, os e-commerces brasileiros venderam, segundo a Clear Sale, R$ 871.986.167, um aumento de 48% com relação a 2013 e em 2015 a expectativa e que mais vendas sejam realizadas. 

Cuidados que precisam ser tomados durante a Black Friday. 

Mas para que suas vendas aconteçam durante a Black Friday alguns cuidados precisam ser tomados, principalmente com relação a credibilidade de sua loja. 

Listamos alguns itens básicos que precisam ser analisados para que você não perca seu clientes, não perca vendas. 

●  Prepare seu site: 

Nessa data a procura por sites que oferecem desconto é muito maior que no restante do ano, se seu trabalho de divulgação for planejado e bem executado, é muito provável que seu site receba muito mais visita que o convecional. E a pergunta é: será que seu e-commerce suporta? Muitas lojas acabam saindo ar devido ao número de acesso maior que o habitual. Se prepare! consulta sua plataforma e serviço de hospedagem, vejam as recomendações deles para o site não sai do ar em um momento tão importante. 

●  Invista em segurança: 

Se já investe em segurança, demonstre a seus clientes com a exibição de selos como o de Site Blindado por exemplo. Esse tipo de ação é fundamental para que o cliente saiba que pode inserir seus dados no site de forma segura.

Se ainda não investe em segurança, você está perdendo vendas. o consumidor vem sendo educado pelos principais veículos de mídia e órgãos de defesa do consumidor sobre praticas de compras seguras, portanto elementos como SSL, são obrigatorios a e-commerces. 

●  Faça promoções reais

O consumidor não quer mais passar pela chamada “Black Fraude”. Por isso não faça promoções que não realmente promoções, o consumidor vai descobrir e com as redes sociais, certamente isso será exposto a milhares de pessoas. 

●  Divulgue

Faça ações de divulgação, sejam elas no Adwords, Facebook Ads ou anúncios em mídia tradicional. Faça com que seu potencial consumidor saiba que você terá condições especiais durante a Black Friday.

Essas são algumas dicas que podem contribuir com que sua Black Friday seja a maior da história (pelo menos para você). 

Boas vendas! 

Clayton

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *