Campos desnecessários ou um fluxo de venda muito longo, por exemplo, cansam o comprador. O uso de captcha, poucas informações na página inicial, menos opções de pagamento e a falta do selo de segurança são outros elementos que podem levar o consumidor a abandonar o carrinho.

Para fugir desses problemas separamos algumas ferramentas que podem contribuir na otimização do seu e-commerce.

Depositphotos.com/hjalmeida Algumas ferramentas podem contribuir na otimização do seu e-commerce.

Relatórios de visitas para websites

A ferramenta mais popular para este tipo de análise é o Google Analytics, mas existem outras, também eficientes, como o Catalyst, Coremetrics e Webtrends. Através desses recursos é possível analisar o volume de visitas de um site, a fonte de tráfego e outros dados importantes.

Essas ferramentas ajudam a avaliar se o site é compatível com todos os tipos de navegadores, sistemas operacionais, resoluções de tela, dispositivos, além de identificar em qual momento do fluxo os clientes abandonam a compra.

Testes A/B e Multivariável

A segunda dica para melhorar o desempenho do seu e-commerce são as ferramentas que auxiliam na otimização visual. Através dos testes A/B é possível testar duas variações de páginas, e comparar qual mostrou melhores índices de conversão. A mesma função serve para os Testes Multivariáveis que são utilizados para avaliar mais elementos na página.

Para realizar esses testes, ferramentas como o Google Website Optimizer, o Test&Target que possui integração com o Site Catalyst, Optimizely e o SiteSpect, auxiliam na aplicação.

Comportamento dos usuários

Conhecer o comportamento dos visitantes de uma página contribui para a entrega específica do que o consumidor precisa. No Brasil, por exemplo, cada região possui hábitos de consumo diferenciados e cada grupo deve ser analisado e identificado.

Esse trabalho é denominado behavioral target e pode ser desenvolvido através das ferramentas Navegg, BTBuckets, Simpli.Fi, LucidMedia e Audience Science.

Chame o consumidor

As ferramentas Eye Tracking e Heat Map simulam qual a atenção do call to action antes da página de destino ser produzida, esse processo é feito através de uma imagem teste em jpg, gif, png ou outros formatos. Attention Wizard e Feng-GUI ajudam nessa análise e mostram quais são as partes da imagem que mais chamam o olhar do usuário.

Antes do teste é importante realizar um mapeamento dos objetivos da página e detalhar quais as principais mensagens que serão transmitidas. Após a avaliação é possível verificar se os elementos corretos estão em destaque para o usuário.

Entenda o mercado

Analisar o mercado de atuação é um recurso importante para ampliar a conversão de um e-commerce. Ferramentas como Ibope Nielsen e Com Score podem auxiliar na análise dos concorrentes e do segmento de atuação.

Canais de interação como as redes sociais, também são importantes fontes de informação e possuem ferramentas específicas de monitoramento, entre elas: Scup, BrandWatch, Sysomos, Radian 6, Buzz Metrics, Adobe Social e iCustumer.

Esses recursos demonstram o que é falado sobre os produtos vendidos no e-commerce, além da opinião dos consumidores e ações dos concorrentes. Com isso é possível colher informações para otimizar o site e melhorar a comunicação com os clientes.

Fonte: DP6 

Internet Innovation

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *