Durante muito tempo o Yahoo Site Explorer permaneceu na lembrança dos profissionais de SEO por um de seus recursos em particular, o Link Explorer, capaz de fornecer uma lista com os links que apontavam para quaisquer domínios ou URLs da internet. Implementado em 2005, antes mesmo do Google Webmaster Tools, o Yahoo Site Explorer foi uma das primeiras ferramentas de SEO usadas para obter indicadores de desempenho de um site nos resultados de pesquisa.

Depositphotos.com/bigfatnapoleon O Yahoo Site Explorer foi uma das primeiras ferramentas de SEO para indicar o desmepenho do site em um buscador.

Entretanto, os altos custos de operação e o acirramento das disputas no mercado de buscas fizeram com que o Yahoo mudasse de estratégia em 2009. No mesmo ano, em um esforço para fazer frente ao Google, o Yahoo uniu-se à Microsoft no mercado de buscas por meio de um acordo no qual se comprometeu a ceder suas tecnologias de pesquisa. O principal ponto do acordo estabeleceu a integração dos serviços de busca entre as empresas. Na prática, os usuários gradualmente passariam a obter os mesmos resultados de pesquisa e links patrocinados nas buscas feitas no Bing e no Yahoo. Porém, a operação de anúncios permaneceu subordinada ao Yahoo Search Marketing.

Uma das consequências para o mercado de SEO decorrente do acordo foi o fechamento do Yahoo Site Explorer, em novembro de 2011. A recomendação feita para seus usuários foi para que passassem a utilizar o Bing Webmaster Tools, equipado com diversos recursos herdados do Yahoo Site Explorer.

A boa notícia é que o Link Explorer, ou explorador de link em português, continua disponível no Bing Webmaster Tools. Apesar de não contar mais com a mesma base de links e precisão de antes, o recurso é bastante útil e permite a você acompanhar a origem e quantidade de links apontados para qualquer domínio ou URL. Outro ponto negativo da ferramenta é a ineficácia dos filtros, pois não funcionaram corretamente nos testes realizados.

Para ter acesso à funcionalidade é preciso, primeiramente, se cadastrar na ferramenta e vincular um site de sua propriedade1. Após cadastrado, basta acessar o menu lateral à esquerda, clicar em Diagnóstico e Ferramentas e em seguida clicar em Explorador de Link. Depois, é só inserir uma URL no campo de pesquisa para começar a explorar os links de qualquer site e identificar suas estratégias de link building, da mesma forma que se utiliza outras ferramentas semelhantes disponíveis no mercado.

O Link Explorer também serve como alternativa para identificar links não confiáveis apontados para seus sites, criados de forma indevida para prejudicar o posicionamento das páginas em meio aos resultados de pesquisa, técnica popularmente conhecida como Negative SEO.

Outra razão para começar a usar o Bing Webmaster Tools em seu site é poder ter acesso a outras fontes de informação sobre o desempenho do seu site na internet. A ferramenta é uma alternativa gratuita e vale a pena contar com seus recursos, mesmo já utilizando o Google Webmaster Tools. Ainda que o Google seja hoje o líder em pesquisas realizadas na internet, é importante considerar estar bem posicionado em diferentes mecanismos de busca, tais como Bing e o Yahoo, respectivamente segundo e terceiro lugares.

1 Como se cadastrar no Bing Webmaster Tools

Acesse a página do Bing, faça o login em sua conta Microsoft e preencha o formulário de cadastro com as informações relacionadas ao seu site. Após essa etapa, você será enviado a uma página na qual terá de verificar um site de sua propriedade. Baixe o arquivo BingSiteAuth.xml e publique-o junto ao diretório raiz do seu site. Assim que o arquivo estiver lá, você deve dar seguimento à verificação clicando no botão “Verificar” ao final da página.

Gostou da ferramenta, ela foi útil e exibiu uma boa quantidade e qualidade de links? Deixe seu comentário abaixo!

Autor: Alex Sander Pelati – Diretor de Search da AO5. Siga-me no Twitter e no Google+.

Internet Innovation

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *