Facebook: alcance, conteúdo, lives e chatbot

 

As pessoas nunca tiveram tanta informação quanto hoje, mas também nunca tiveram tão pouco tempo para consumir tudo isso. Os posts de páginas do Facebook são entregues para 1 a 4% de quem as segue, então, é fundamental que a página tenha um conteúdo relevante, que proporcione aprendizado, informação ou entretenimento e que sejam abordados temas evidentes no momento, pois assim a probabilidade de despertar o interesse e a interação da pessoa com o post será maior. Não é preciso publicar tanto, mas publicar bem.

Falando em interação, é muito importante que ela seja sempre estimulada, pois quanto maior for, maior será o alcance do post, já que o Facebook vai “interpretar” que aquele conteúdo é relevante e vai entregá-lo para mais pessoas.

Quando falamos de conteúdo, é de suma importância que a página faça uso dos vídeos e lives (transmissões de vídeo ao vivo). Por incrível que pareça, as pessoas assistem 3 vezes mais vídeos ao vivo do que vídeos comuns e comentaram até 10 vezes mais na primeira opção (lives), do que na segunda (vídeos gravados). É recomendado pelo Facebook que as lives tenham duração de pelo menos 10 minutos para dar tempo de as pessoas interagirem.

Assim como os posts, quanto mais interação, maior será a entrega da live, então o simples fato de perguntar para quem está assistindo ao vídeo de onde é e se está conseguindo ouvir bem já vai ajudar a ter uma maior relevância na live se houver bastante gente respondendo. Outra vantagem da live é que, dependendo da configuração do Facebook da pessoa, ela receberá uma notificação quando a página que ela está seguindo iniciar uma transmissão ao vivo.

Chatbot no Messenger do Facebook

O chatbot (chat = conversa, bot = robô) é um robô que realiza diálogos com os usuários que interagem no Messenger da página da empresa. Ele auxilia na agilidade do SAC, otimiza processos e automatiza o atendimento, visando servir o usuário com agilidade.

Existem ferramentas e plug-ins que já estão disponíveis para desenvolver os bot para seu chat. Na prática, a parametrização se dá em criar uma espécie de FAQ (sigla em inglês que se refere a Perguntas Frequentes), para interagir com o usuário, direcionando-o em um funil (por meio das interações), facilitando para a empresa o entendimento do perfil do usuário, bem como seu interesse e objetivo na interação.

Uma das melhores formas de se utilizar os chatbots se dá desenvolvendo a linguagem das interações de forma amigável (muitos bots são parametrizados com linguagem “descolada”, quase se passando por pessoa), de acordo com seu público, criando envolvimento com a pessoa do outro lado, fomentando ainda mais o interesse dela na interação com seu robô.

Quer aprender mais sobre esse universo das redes e mídias sociais? A Internet Innovation oferece cursos como Gerentes de Redes Sociais, Monitoramento em Mídias Sociais, Facebook Marketing e Ads, Instagram Marketing, SAC 3.0 e Gerenciamento de Crise em Mídias Sociais, além de Introdução a Redes Sociais.

Os treinamentos direcionados a mídias sociais possuem em média 4 a 60 horas de duração e podem ser realizados presencialmente ou à distância.

 

Escrito por: Flavia Codelo.