O Brasil é hoje o sétimo maior mercado de internet do mundo e um dos mais ativos com relação às redes sociais. Vivemos em um planeta cada vez mais conectado, e os números confirmam isso. Confira algumas estatísticas sobre as redes sociais mais usadas no Brasil e tire suas conclusões.

Depositphotos.com/andresr As redes sociais têm se tornado cada vez mais populares entre os usuários da web.

Facebook

É quase impossível não mencionarmos o Facebook ou a trajetória de Mark Zuckerberg quando o assunto é redes sociais. Com oito anos de existência e mais de 1 bilhão de usuários ativos, o Facebook é hoje um dos sites mais acessados da web.

Mesmo tendo se popularizado por aqui há relativamente pouco tempo, o Facebook conseguiu rapidamente se tornar a principal rede social no país na atualidade. Os brasileiros também são responsáveis por terem alcançado a segunda posição em número de usuários. Hoje são 60 milhões aproximadamente, mas a disputa pelo posto, entre usuários brasileiros e indianos, promete agitar a rede nos próximos meses.

Twitter

Com postagens curtas, de até 140 caracteres de texto, o Twitter estabeleceu um novo formato de rede social. O serviço que mistura rede social com microblog é considerado como um dos principais termômetros da internet, sendo muito utilizado para avaliar a influência dos tópicos que são tendência na web.

O Twitter atingiu em junho a marca de 500 milhões de contas de usuários ativas, gerando um volume médio diário de 340 milhões de Tweets, consolidando-se assim como a segunda maior rede social da internet. O Brasil fica atrás apenas do EUA em termos de contas de usuários e concentra aproximadamente 40 milhões delas.

Orkut

É verdade que atualmente o Orkut se aproxima do rótulo de rede social fantasma, mas isso não significa que ele tenha sido um fracasso. Foi somente em dezembro de 2011 que a rede oficialmente sucumbiu frente ao Facebook em número de usuários no Brasil. Mesmo após realizar diversas alterações, o Orkut não conseguiu se estabelecer como uma plataforma de marketing. O mesmo aconteceu na Índia, outro grande mercado para a rede.

Hoje é a equipe brasileira de desenvolvedores do Google que comanda a rede social no mundo todo. Um dos objetivos dela é ajudar os usuários que ainda utilizam o Orkut a migrarem para o Google+. Segundo levantamentos, em junho o Orkut recebeu 25 milhões de visitas únicas.

Google+

Desenhado para competir diretamente com a rede social de Mark Zuckerberg, o Google+ é outra rede assombrada por ainda ter “poucos usuários”. Desde que foi lançada, em junho de 2011, a rede social tem sido alvo de críticas por conta da baixa adesão de usuários, já acostumados a utilizar o Facebook e o Twitter.

Em resposta a essas críticas, o Google anunciou em setembro que sua rede atingiu a marca de 100 milhões de usuários mensais ativos dentre os 400 milhões já registrados. O Brasil é o terceiro no número de usuários e as estimativas apontam para existência de 5 milhões de internautas brasileiros usando o Google+ dentro desse universo de 100 milhões.

Pinterest

Parece que o Pinterest veio para mostrar que ainda existe espaço para novos formatos de redes sociais. Criada em 2009, a rede de compartilhamento de imagens vem despertando o interesse principalmente por parte do público feminino, que detém mais de 70% das contas de usuários.

No nosso país a rede social ainda não decolou em volume de participação. Os usuários brasileiros do Pinterest respondem por apenas 2,3% do número total de pageviews dentro da rede. Pouco se compararmos aos 46,9% vindos dos usuários dos EUA. Espanha, França e Reino Unido também aparecem à frente do Brasil.

LinkedIn

O LinkedIn é caracterizado como uma rede social voltada para fins profissionais e também é frequentemente usada como plataforma para a busca de conteúdos relacionados à carreira, recrutamento e networking. Dentro de sua base de usuários, o Brasil desponta como terceiro colocado. A própria rede social anunciou em seu blog que o número de usuários brasileiros ultrapassou a marca dos 10 milhões e mais de 161 milhões de contas já foram cadastradas pela rede desde 2003.

Internet Innovation

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *