Ativos digitais englobam todo tipo de conteúdo – imagens de produtos, vídeo, áudio, animações em flash, apresentações, sites, blogs – e outras estratégias utilizadas pelas empresas para divulgar produtos e serviços, atrair clientes e “marcar presença” na web. Em qualquer tipo de negócio, o investimento nestas mídias é fundamental para construir o valor da marca no mercado.

Depositphotos.com/minervastock Os ativos digitais englobam o conteúdo e outras estratégias utilizadas para marcar presença na web.

Para criar uma rede de ativos digitais é preciso estar presente nos mais diversos ambientes virtuais. Se a marca possui um blog, Twitter, Facebook, Instagram ou outras redes, oferece aos clientes canais diretos de interação e feedback que ajudam a fortalecer a imagem da empresa e o relacionamento com seu público.

Para que os ativos digitais reflitam na reputação e confiança que a sua marca gera entre os consumidores, é fundamental o planejamento, a produção de conteúdo de qualidade e, principalmente, a integração das estratégias para a criação destes pontos de contato com os usuários. Todas essas questões devem ser analisadas durante o estudo e elaboração do plano de marketing de uma empresa.

Na web 2.0, a presença digital pode ser trabalhada de diversas formas. Hoje, é possível construir uma audiência própria, por meio de websites, perfis em redes sociais, aplicativos; uma presença “gratuita” – ou ganha – em que os ativos são conquistados de forma orgânica na internet – como resultado do investimento em estratégias de SEO; ou ainda de forma paga, com anúncios em banners de sites, links patrocinados, mobile TV, etc.

Apesar de serem alternativas eficientes, construir uma audiência própria certamente trará mais benefícios em longo prazo. Além de ser mais vantajoso financeiramente, oferece ganhos permanentes e em grande escala, uma vez que, se sua estratégia funcionar bem, não há limitações para o crescimento.

Para quem decide investir nos ativos digitais, as estratégias principais, que devem ser trabalhadas já no início, são: a criação de uma lista de assinantes de e-mail – com os quais poderá desenvolver uma relação de confiança através de newsletters, por exemplo – e a expansão de relacionamento com o seu público nas redes sociais.

Foto: © Depositphotos.com / minervastock

Internet Innovation

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *