Depois das muitas reclamações dos usuários do Facebook sobre a ausência de postagens recentes em suas timelines – o que ficou muito mais evidente durante os protestos em Ferguson, que receberam muito menos cobertura do que o Desafio do Balde de Gelo, por exemplo – a rede social anunciou ontem que irá fazer algumas alterações no seu algoritmo.

“Algumas vezes, um post de uma página ou amigo com o qual você está conectado é interessante apenas durante um momento específico, quando você está assistindo a uma partida de esporte ou falando sobre a estreia de uma nova temporada de um programa de TV popular, e em outros momentos, um post feito há apenas um ou dois dias já não é mais relevante para você”,explicam Erich Owens e David Vickrey, engenheiro de software e gerente de engenharia do Facebook, respectivamente.

Essa constatação do óbvio fará com que o algoritmo do Facebook passe a considerar os trending topics, mostrando mais vezes postagens que estejam falando sobre assuntos do momento. Segundo estudos da própria rede social, essa modificação melhora em 6% o número de compartilhamentos, comentários, cliques e curtidas.

Curiosamente, enquanto o Facebook tenta seguir algumas das características do Twitter de ser mais efetivo em tempo real, o Twitter tem feito testes com modificações na timeline dos seus usuários, como uma forma de melhor competir com o Facebook. O VentureBeat destaca que (ainda) não se trata de uma filtragem com base em algoritmos, envolvendo apenas a adição de alguns tuítes de pessoas considerados relevantes, mesmo que o usuário não tenha escolhido seguir aquele perfil. Pelo visto, assim como a grama do vizinho parece sempre mais verde, o engajamento do concorrente é sempre mais interessante.

 

Via @Brainstorm9 / Por Jacqueline Lafloufa

Internet Innovation

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *