Para muitos varejistas o planejamento para o Black Friday e do Natal começa muito antes dos meses de Novembro e Dezembro. Com a chegada das festas é a hora de finalizar o plano e começar a colocar em prática as ações que irão ajudar a tirar vantagem desta época de pico de tráfego e vendas.

Neste artigo, iremos abordar 7 melhores práticas para ter sucesso no final do ano e os indicadores mais relevantes que devem ser acompanhados para garantir o sucesso do negócio.

1) Faça um Dia de Frete Grátis antes do Black Friday e do Nata

Uma das maiores preocupações do consumidor nas compras através do e-commerce no Natal é a de não receber a mercadoria no prazo combinado.

Faça uma ação de dia de frete grátis algumas semanas antes do Natal e depois do Black Friday, com prazo de entrega mais curto e montar uma operação de guerra para garantir a entrega.

Isso fará com que o consumidor tenha confiança que pode comprar com você no Natal e que receberá a mercadoria.

2) Comece a indexação e link building bem cedo

Muitos dos produtos comercializados no Natal não tem referenciação adequada, e você precisa fazer campanhas pagas para divulgá-los (que sai bem caro nessa época do ano).

Garanta o cadastro destes produtos com alguns meses de antecedência, mesmo que você ainda não tenha o produto, ou ele não esteja disponível para venda, isso fará com que você indexe esses produtos e construa o link building necessário para o Natal.

3) Experiência Móvel

No último natal quase 20% de todo o tráfego dos negócios de e-commerce veio através de dispositivos móveis.

Esse movimento realmente representa as preferencias dos consumidores.

Negócios de e-commerce que não tiverem uma solução voltada para smartphones e tablets correm o risco de perder um grande volume de vendas no natal.

Leve em consideração, que apesar das taxas de conversão mesmo de sites otimizados ainda são mais baixas que as do desktop, porém, pense que no Natal, muitos consumidores estarão em shoppings pesquisando (showrooming) em seus celulares. Se você tiver uma boa oferta com uma boa experiência, pode alavancar suas vendas.

4) Garanta a Performance

Você não vai querer que seu site não aguente um aumento na quantidade de usuários. Portanto, faça testes de cargae veja o ponto de ruptura de seu site em volume de acessos.

Se você trabalha com uma plataforma SAAS, converse com seu fornecedor para entender como ele esta se preparando para atender o aumento da demanda.

Alguns pontos relevantes: Limpar dados redundantes, Aumentar a capacidade de memória, pensar em servidores adicionais

Faça testes de velocidade em suas páginas mais importantes para ver a eficiência do carregamento. Existem ferramentas grátis como o Google PageSpeed que podem de dar vários insights.

Revise todas as páginas de seu fluxo de compra (Carrinho, Cadastro, Check-out, etc.). Faça cross-check de taxa de abandono por tipo de browser, resolução de tela, dispositivo, etc.

Considere remover alguns conteúdos e imagens durante o período de Natal para deixar o site mais rápido.

5) Pense no atendimento ao consumidor

Muitos consumidores irão comprar em seu site para presentear. Um dos fatores que inibem a compra nesta situação é a falta de clareza das políticas de trocas e devoluções e o prazo que elas podem ser realizadas.

Facilite a visualização dos termos de troca e pense em expandir o prazo no caso de clientes que comprarem para presentear.

Aumente o efetivo da equipe da Central de Atendimento. Você não quer deixar seus clientes esperando na época mais sensível do ano. Uma má experiência de atendimento nesta época pode custar muito caro para a imagem de sua marca.

6) Reveja seu Planejamento

Aumente a cobertura de estoque: Não se baseie apenas nas vendas do ano passado, pense se você quer crescer e salvar o ano, você tem que estar preparado. Se por acaso você não tiver comprado corretamente e a demanda for maior que a oferta, não há tempo para correções.

Crie um calendário de campanha, com todas as datas das ações, conteúdos e promoções, dia a dia, semana por semana durante todo o período de natal e tenha certeza que terá a ferramenta certa para acompanhar.

Prepare um plano de vendas e entrega para áreas mais remotas, lembre-se que até 40% das vendas no e-commerce são para for a de grandes centros (SP/ RJ), que podem levar mais tempo para serem entregues.

7) Estruture as ações de Marketing e Promoções

Use textos populares de Natal na homepage e landing pages para direcionar para as paginas de produtos e conversão

Identifique os produtos que estão com descontos e preços especiais para divulgar no carrinho de compras e aumentar o ticket médio do pedido.

Consumidores estão com mais dinheiro e em um clima propicio a compras no natal. Uma oferta matadora pode converter mais facilmente.

Facilite a criação de listas de compras e wishlists e a forma delas serem divulgadas por seus consumidores para sua rede social (Amigos e Família).

Considere ser mais agressivo na captação de base e novos clientes, investindo nessas campanhas meses antes do natal para formar uma maior massa de consumidores.

Garanta que os produtos que saírem do estoque saiam rapidamente das campanhas de links patrocinados e remarketing para você não gastar dinheiro a toa.

Além das ações sugeridas, também é de fundamental importância utilizar seu histórico para identificar o que foi feito de bom no passado para ser utilizado no final do ano. Para tanto, algumas perguntas podem ser feitas:

  • O que você fez no ano passado? Como foi a performance? O que você faria novamente e o que não faria?
  • Qual campanha criativa foi usada?
  • Qual técnica promocional foi eficiente?
  • Como foi a performance do site? (Taxa de Abandono, Performance por Canal, Taxa de Aprovação, Prazo médio de Entrega, Custo médio de Frete, Taxa de Conversão, etc.
  • De quais canais vieram suas vendas?
  • As compras vieram de novos compradores, ou de clientes antigos?
  • Houve mudança no duto de mídia ao longo do ano?
  • Você melhorou ao longo do ano o relacionamento através de email?
  • O que os últimos 9 meses podem te ajudar para se preparar para o Natal?

Uma vez compreendido o histórico e definida a estratégia que será utilizada para o Black Friday e o Natal, é hora de definir as metas. Os principais indicadores que devem ser acompanhados são os seguintes:

  • Meta de Tráfego
  • Meta de Cadastros
  • Meta de Conversão
  • Metas de Vendas
  • Metas de Receita Capturada
  • Meta de Receita Aprovada
  • Meta de Ticket Médio

Após a definição das metas é preciso acompanhar DIARIAMENTE estes indicadores: Meta x Realizado e ir melhorando de forma incremental caso seja necessário.

Se você ainda não tem um Dashboard para o acompanhamento, existem ferramentas como a da eNext, especializada em varejo digital que apresentam estes KPIs e comparam contra a meta para garantir que você esta fazendo tudo certo para ter os resultados esperados para o Black Friday e o Natal.

Fonte: NextEcommerce/ Por Gabriel Lima

Internet Innovation

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *