Para abrir um negócio, é preciso mais do que uma grande ideia. Investimento e experiência são fundamentais. Mas quando o capital é o problema, ideias inovadoras e potencialmente rentáveis podem servir como chamariz para atrair os investimentos necessários.

Depositphotos.com/alistairjcotton No Brasil, estima-se que existam cerca de 6,3 mil investidores deste tipo.

Hoje, com o crescimento das startups, tem se tornado comum os chamados investimentos-anjo, aplicados em empresas  antes de sequer terem receita ou quando ainda faturam muito pouco. O termo surgiu nos Estados Unidos, especificamente na Broadway, para denominar pessoas que financiavam peças teatrais. No Brasil, a modalidade vem crescendo a cada dia. Atualmente, estima-se que existam cerca de 6,3 mil investidores deste tipo.

Os investimentos são feitos em diversas áreas e diferentes tipos de negócios. A característica comum a todos – que costuma ser o grande chamariz de investidores-anjo – é a natureza inovadora do projeto e seu potencial de crescimento. Os valores aplicados nestes negócios costumam variar de R$ 100 mil a R$ 500 mil e, normalmente, são recursos próprios do investidor.

Porém, o que define o investidor-anjo não é somente a aplicação de recursos no projeto. Estes empresários também utilizam a sua experiência profissional e seus contatos no mercado para orientar e dar dicas sobre como melhorar o negócio. São, por este motivo, denominados “anjo”, já que, além do capital, fornecem seu conhecimento e rede de relacionamento para o sucesso do empreendimento.

Atrair um “anjo” exige do empreendedor uma ideia inovadora e a apresentação de um projeto sólido. “Inovação” é a palavra mais valorizada por eles. Além disso, estes investidores levam em conta o potencial de retorno do negócio e o perfil das pessoas que integram o projeto, por se tratar de uma aposta de alto risco, como todo novo empreendimento.

O sucesso desta parceria depende também do alinhamento das expectativas por ambas as partes. Empatia e sinergia são fundamentais para evitar divergências futuras e garantir vida longa a o projeto.

 

Internet Innovation

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *