As chamadas plataformas de e-commerce são sistemas responsáveis pelo gerenciamento da loja na web, desde o catálogo de produtos, relatórios de transações até os métodos de pagamento, frete e pedidos. Todas as funções do dia a dia de um comércio eletrônico são administradas a partir dela.

Por concentrar toda a base de operação de uma loja virtual, a plataforma deve estar alinhada com as necessidades do negócio e, portanto, deve ser muito bem selecionada durante a elaboração do projeto.

flickr.com / infocux Technologies Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, a utilização de sistemas open source também envolve custos.

Na hora de escolher uma plataforma, os sistemas mais cotados são os chamados open source. Se esta for a sua opção, é preciso ter em mente que essa solução também envolve custos. Isso porque uma loja virtual open source necessita de ajustes técnicos, o que requer apoio de um profissional de programação para a implantação do sistema.

No caso das plataformas open source, apenas o código é gratuito. Esses sistemas são criados por comunidades de desenvolvedores e disponibilizados para livre utilização. Os códigos e funcionalidades são elaborados de forma colaborativa e colocados para download gratuito.

Os sistemas open source também estão em constante atualização. Assim, é possível instalar novas funcionalidades e recursos disponibilizados pelos desenvolvedores e acompanhar a evolução do mercado. Esse é mais um motivo para se que tenha sempre à disposição uma equipe de manutenção de software que possa realizar este trabalho sem colocar em risco o andamento da loja.

A partir do momento que opta por um modelo open source, portanto, é preciso tratá-lo como um ativo de sua empresa, que necessita de cuidados e constante manutenção. Com este suporte, é possível aproveitar todas as vantagens desses sistemas.

Internet Innovation

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *