Scrum é uma metodologia ágil e eficiente para a gestão de projetos web. A técnica, que é hoje aplicada por diversas empresas, apresenta um aumento, comprovado, de até 4 vezes na produtividade e resultados significativos na entrega do produto.

Depositphotos.com/andresr A técnica do Scrum ajuda a organizar e dinamizar o gerenciamento de projetos.

Diferente dos métodos de produção da era industrial – o taylorismo e o fordismo -, que focavam a produtividade em máquinas e aparelhos, o Scrum lida com os recursos humanos e seus conhecimentos. Para gerenciar estes ativos, baseia-se num modelo cooperativo onde a equipe se autogerencia e todos participam da decisão sobre a melhor forma de desenvolver determinado projeto para entregar uma solução satisfatória com agilidade.

No Scrum, os projetos se dividem em ciclos chamados de sprints, que apresentam as tarefas que devem ser realizadas em determinado prazo. Essas atividades são expostas em um quadro, para facilitar o entendimento do foco e das prioridades daquele sprint. Quando finalizado, a equipe se reúne para discutir rapidamente as dificuldades superadas e os novos desafios e prioridades do projeto. As reuniões, geralmente de 15 minutos, são fundamentais para manter os resultados alinhados às estratégias e prazos do cliente.

Uma das principais premissas deste método é a simplificação da produção, focada na entrega ágil, no prazo estabelecido pelo cliente. Desta forma, o projeto é conduzido sem sofrer grandes mudanças no escopo durante o desenvolvimento. Por ser baseado nesta “facilitação”, ganhou o nome de Scrum, uma jogada do Rugby em que, depois de uma “reunião”, os jogadores têm como objetivo retirar os obstáculos à frente para que avancem o máximo possível no campo e marquem pontos.

Entre os principais benefícios da aplicação da metodologia Scrum estão: entregas frequentes e 100% desenvolvidas; planos para lidar os desafios do projeto; discussões diárias de status com a equipe; transparência no planejamento e desenvolvimento; e interesse e inclusão do cliente no processo.

Empresas que desejam adotar essa estratégia na rotina de produção devem promover uma mudança gradual na cultura da organização. A dica é, em primeiro lugar, criar uma base de profissionais qualificados e identificar aqueles que poderão conduzir a fase de implementação e disseminar a prática – os chamados scrum masters. Além disso, é preciso começar com um projeto mais simples e mostrar os resultados alcançados para garantir uma aceitação à mudança proposta.

 

Internet Innovation

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *